sexta-feira, maio 09, 2008

De como somos todos bastante parecidos

Quantas vezes falamos de turistas asiáticos que vemos nos nossos países como sendo chineses ou japoneses independentemente de o serem ou não? Para nós os traços asiáticos são todos muito parecidos e não distinguimos entre chineses, coreanos, japoneses, vietnamitas etc... Quando o contacto com estes povos se intensifica começamos a ver as diferenças. Conhecer melhor o outro significa também vê-lo melhor, com mais pormenores.

Esta é uma regra que se aplica a todos os povos. Para muitos asiáticos nós europeus somos todos parecidos independentemente de sermos louros, morenos de olhos claros ou escuros. Já o sabia graças à mãe da minha cara metade. Tal como acontece connosco, os que conhecem bem as nossas fisionomias também reconhecem nelas várias diferenças.

Mais uma prova deste facto foi o que se passou hoje ao jantar. Uma das empregadas de mesa que me serviu, amabilíssima e muito simpática como sempre, perguntou-me se eu era uma tal de Daynara Torres. Eu disse que não e nem sabia quem era a pessoa em questão. Disse-me então que estavam cheios de curiosidade pois achavam que eu era ela, tive de desiludi-la... Ela garantiu-me no entanto que ela e os outros empregados me achavam muito parecida, daí a dúvida. Fiquei de ir ver quem era na Net.

Pois é... comecemos por dizer que a moça tem olhos azúis e eu não...

3 Comments:

Blogger ma grande folle de soeur said...

Oi Sofia. Tenho lido avidamente as tuas "crónicas" desde a tua chegada a Macau...Tenho ficado presa aos episódios que aí tens vivido... Fabuloso. Continua a contar... Um abraço e votos de que a diplomacia e a paciência não te abandonem, apesar de confiar que isso não acontecerá contigo. Lu

domingo, maio 11, 2008 12:37:00 da tarde  
Blogger S said...

Olá Lu,

Obrigada pelo que me dizes:-) É sempre bom ouvir, ajuda a acumular forças.

Beijos,

Sofia

domingo, maio 11, 2008 2:12:00 da tarde  
Blogger Sinapse said...

eheheheheheheheheh!

terça-feira, maio 13, 2008 6:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home