domingo, julho 27, 2008

Horas felizes

Hoje de manhã a caminhada matinal levou-nos durante 45 minutos pelas ruelas e estradas que atravessam povoados e lugares perto do local onde os meus pais vivem. A chuva que parecia ameaçar afastou-se, o sol irrompeu aos poucos. O ar estava morno, fresco, as ervas dos campos cheiravam bem. Aqui e ali o aroma a tília dalgum quintal. Subindo uma ladeira entre casas com caves altas, casas de agricultores e casas térreas caiadas, começou a cheirar a pão de forno a lenha. Fumegava uma chaminé. Mais à frente cantaram esganiçados dois coquichos e depois o ar perfumou-se com o doce cheiro das cavacas (cavacas das Caldas).


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home