terça-feira, dezembro 21, 2010

O meu sentido tributo a polulacao portuguesa...

...por suportar e sobreviver a estes telejornais de caca.
Chegada a patria no Sabado (e num computador sem acentos) regressei por momentos a rotina dos telejornais. Como e que alguem aguenta a desfacatez de quem vende a suposta pobreza reinante, a miseria e cataclismo iminentes?! Tudo em tom constante de tragedia. O cumulo, de fazer chorar as predras da calcada, foi uma reportagem sobre os paises do sul da zona euro, onde essencialmente ninguem faz compras. Assim, o pior ano das ultimas decadas (pior que os anos 90,seguramente, mas e os anos 80 ou 70?!). As pessoas ja nao compram lagosta, continuava a reportagem num mercadinho de Roma , nem tampouco prendas.
Eu so espero que ninguem veja esta porcaria num pais em que de facto a fome e a pobreza tenham as proporcoes que por aqui se apregoam. Porque e obsceno.
Decidi deixar de os aturar. Basta-me ler alguns jornais online. Para o resto quero sair a rua e ver com os meus proprios olhos...o mar insuportavel de gente que teimosamente enche as ruas e as lojas.
A situacao e dificil, sem duvida e vai continuar durante os proximos tempos (anos). Mas a proporcionalidade e seriedade sao, por isso mesmo, tao necessarias. Chega de melodramatismos estupidificantes.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home