terça-feira, março 22, 2011

Portugal visto de Bruxelas

Estou prestes a assistir a um crime e nada posso fazer. Revolta, nojo, incredulidade.
Os líderes da oposição só pensam no poder que lhes PARECE à mão se semear.
O Presidente da República está mudo.
Os jornais começam a criticar agora o carácter inoportuno da crise, depois de anos de manipulação e tendenciosismo grosseiros.
E no entanto, daqui a dois dias, poderá ser confirmado o acordo entre estados-membros da UE que nos evitaria o recurso a ajuda externa a essa mesma UE. Foram 12 longos meses a ganhar tempo, a aguentar. E agora, quando era possível...ou será que é precisamente por ser possível evitar FMI , e atingir metas do défice e da dívida?

5 Comments:

Blogger NoKas said...

Epá! Eu não percebo nada de economia, não entendo a crise, não compreendo as medidas de austeriade. Mas uma coisa sei, a oposição está ali mortinha por saltar e não é para nos salvar. Até porque duvido que consigam maioria absoluta. E depois? Vamos voltar ao mesmo ou afundamo-nos ainda mais?

quarta-feira, março 23, 2011 12:01:00 da manhã  
Blogger Sofia C. said...

Nokas,

Pois, como dizes: e o que vai acontecer no dia seguinte?
Estão a borrifar-se para o povo português...

quarta-feira, março 23, 2011 2:07:00 da tarde  
Blogger aires said...

penso que hoje muitos portugueses na seu modesto entendimento desta crise, pensam e sentem o mesmo...

eu sinto nojo, impotencia vergonha de tudo isto...

abraço solidario

quarta-feira, março 23, 2011 5:31:00 da tarde  
Blogger Elsa Costa said...

Os heróis mais “famosos” sozinhos já não são capazes ou não querem esta luta. Tudo indica que agora só nos resta apelar para o último dos heróis, o Monstro do Pântano. O problema é que anda em parte incerta, inseguro, desmotivado, pobre. Mas ele anda por aí e vai responder ao chamamento. E nessa altura, será ele capaz de dar movimento a projectos supra-herói? Temos de aguardar.

quarta-feira, março 23, 2011 5:40:00 da tarde  
Blogger Sofia C. said...

Aires,

Sei que tem razão, conheço alguns desses portugueses.
Um abraço

Elsa,

Resta-nos aguardar, de facto.

quarta-feira, março 23, 2011 6:06:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home