segunda-feira, dezembro 13, 2010

Vale muito a pena ler II

A entrevista a Mário Soares no i de hoje.

Destaco o seguinte:


"Portugal - e a Espanha, se possível em conjunto - devem fazer ouvir a sua voz na União. A Península Ibérica, no seu conjunto - com os falantes lusos e hispânicos - representam mais de um décimo da Humanidade. Não podemos deixar-nos dominar por uma senhora Merkel ou por um senhor Sarkozy, que estão em matéria europeia a perder o norte, como escreveram Helmut Schmidt e Jacques Delors, em entrevistas recentes. (...)
Mas como é que Zapatero e Sócrates deviam fazer? Chegar ao Conselho Europeu e falar?

Não precisam do Conselho Europeu. Aliás, nunca se resolve grande coisa nas reuniões do Conselho Europeu... Bastar-lhes-ia fazer uma declaração comum, que fosse obviamente clara e bem divulgada na comunicação social europeia, chamando a atenção para que a crise é global e europeia e a União deve definir, quanto antes, uma estratégia concertada para a vencer.

Mas porque é que ainda não o fizeram?

Reagir, em termos europeus, implica lançar um debate europeu, que chegue à opinião pública europeia. Em democracia, a pressão da opinião é a única que os políticos respeitam. Porque temem perder votos... Espanha e Portugal têm excelentes relações. Zapatero e Sócrates são amigos pessoais! Uma declaração comum dos dois dirigentes dos respectivos Governos, e ambos socialistas, tem o seu peso. A União Europeia não pode fechar os olhos à Península Ibérica. Porque se os fechar, a seguir vem a Itália, que é um membro fundador, os Estados do Benelux e por aí adiante..."

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home