segunda-feira, novembro 08, 2010

Vale muito a pena ler


"Documenta Sínica" por Paulo Pinto no Jugular.

Destaco o seguinte , mas vale a pena ler todo:

"Desenganem-se todos, meus caros: a China tem uma história de 4 milénios, na qual comunismo ou capitalismo são meros acidentes de percurso, episódios momentâneos, e não é a primeira vez que domina a economia mundial; nós é que, durante muito tempo e sempre preocupadíssimos com o nosso umbigo, achámos que não, que quem marcava o compasso eram as cascas de noz com que passávamos as Tormentas, as armaduras do Albuquerque e as cruzes de S. Francisco Xavier. Depois, para épocas mais recentes, iludimo-nos com o "55 Dias em Pequim" e as imagens de uma China faminta de arroz e vestida de uniforme azul à Mao. O acordar da ressaca é sempre desagradável.

(...)Os portugueses, sempre práticos, haviam já percebido o enorme potencial chinês, rapidamente aprenderam com os seus próprios erros e conseguiram, informalmente como é seu apanágio, edificar aquele prodígio histórico chamado Macau, um verdadeiro monumento ao pragmatismo e à convergência de interesses múltiplos ao arrepio de burocracias e legislações."

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home