sábado, maio 08, 2010

Não sei muito bem como explicar isto...

... mas ao fim de duas semanas em Macau-China (e o China é cada vez mais pertinente) deu-me uma vontade enorme e irresístivel de ter uma daquelas reuniões familiares muito frequentes na minha família. Daquelas em que vamos sempre parar à política, cada um puxa para seu lado e quem vê de fora jura a pé juntos que vamos acabar à estalada. Reconstruimos o país quando não é o mundo inteiro, critica-se e defende-se sem dó a cena política e seus actores. Depois , tudo acaba em abraços e beijos e saudades e até à próxima dose.

De repente também, dava muito para apanhar o Thalys e ir a Paris . Gritar "Putain, Merde!" . Ir ao um teatrozinho de bairro, e acabar a noite à mesa com amigos a falar e dizer o que dá na gana. Comprenne qui pourra.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home