domingo, abril 25, 2010

A 25 de Abril de 2010

estou em Macau outravez. Depois de muitas incertezas e stress finalmente cá cheguei, uf!

E apesar do jetlag, não esqueço esta data. Porque tudo o que sou é o resultado destes últimos 36 anos. E tudo isso é bom, entenda-se, não esqueço o 25 de Abril desta feita o de 1974.
.

E ao ler o Jumento deparo-me com este texto:

http://jumento.blogspot.com/2010/04/um-heroi-grande-demais.html#links

Fica aqui porque traduz muito bem o que penso. Também porque é um exemplo que me inspirou e inspira, não só o de Salgueiro Maia, mas sobretudo o de um homem muito mais próximo, o meu pai, que teve a mesma atitude.
Estes foram os meus exemplos, no meus país também há estes exemplos. Escolhi-os a eles. Eu sou o tributo vivo às suas acções. Eu e tantos outros. A melhor estátua que alguém pode merecer.
E eu não esqueço:-).

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home