terça-feira, junho 09, 2009

Direitos e deveres cívicos

Eu, que vivo em Bruxelas, fui votar a Portugal, pagando do meu bolso o bilhete de avião. Fui porque quis, ninguém me obriga. Dita-mo a minha consciência cívica. Mas votei no partido minoritário, o dos que votam. Venceu a abstenção, o dos que delegam e depois se queixam.

3 Comments:

Anonymous Nuno said...

Confesso que não votei, mas nem por isso acho que "venceu" o meu partido (o da abstenção). A democracia é feita, diz-se, pelos que aparecem, pois eu não apareci e abdico, naturalmente, do meu direito à queixa, ainda assim, se tivesse ido à mátria, teria votado em branco, o que é um pequeno paliativo apenas para as costas viradas à Europa...

terça-feira, junho 09, 2009 9:39:00 da tarde  
Blogger NoKas said...

Eu tambem votei por Portugal, mas aqui. E olha que havia muito mais gente a votar do que eu esperava.

terça-feira, junho 09, 2009 10:42:00 da tarde  
Blogger António P. said...

Pois é Sofia...ao menos os abstencionistas fossem como o Nuno.
Cumprimentos

terça-feira, junho 09, 2009 10:59:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home