quinta-feira, janeiro 08, 2009

Efeitos das férias

1-É sempre assim, quando regresso de Portugal o contador dos quilómetros desacelera. O meu , entenda-se e não o do carro. Não espero que me agridam verbalmente, não corro para todo o lado, durmo melhor. Enfim, desacelero, não há outro termo. É óbvio que a minha qualidade de vida ganha com isto.
2-Respondi curto e seco a um chato com idade para ser meu pai, que prima pelo desleixo e infantilidade no local de trabalho. Daqueles que até tem graça e podia ser simpático se hoje em dia mais que a graça não fosse desplicente e alérgico ao trabalhinho. Depois segui trabalhando com muita calma e descontracção, apesar duma grande surpresa minha, este tipo de reacções em mim não são habituais. Estou com as defesas desligadas para controlar o que me passa pela cabeça, é o que é. Saiu tal e qual. E se é verdade que depois amenizei a coisa com uma conversinha diplomática, também é verdade que há muitooo que não o via trabalhar tanto. Ena, ena! E tudo isto sem me stressar. Ingrediente a considerar com prudência para futuras (raras) utilizações.

2 Comments:

Blogger Joana said...

Give me all the dirt!... ;-)

sábado, janeiro 10, 2009 12:49:00 da manhã  
Blogger S said...

Joana,

LOL! Well, it seems to me we need to meet ... ;-)beijos S

sábado, janeiro 10, 2009 11:37:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home