sábado, outubro 04, 2008

Direitos não são mais ou menos prioritários...

...como escreve Fernanda Câncio neste artigo do DN de hoje.

Há um Portugal tacanho, conservadoramente tacanho que quer viver e impor o seu viver aos outros. Refém da ditadura, mesmo insuspeito por vezes pois chega a lutar por tantos outros direitos. Face às questões dos direitos humanos que definem a modernidade acantona-se na pequenês, no medo de ser mais livre, mais aberto. Acantona-se nas teorias da igreja mais rançosa.
Quando vivia em Portugal sentia que havia o Portugal tacanho e o que queria irromper. Não o pensava assim mas sentia-o. Agora, sempre que regresso, torna-se óbvia a diferença.
É uma diferença comum a outros países e mais tarde ou mais cedo as coisas mudam. É pena ser mais tarde, sempre agarrados a tradições e regras que não fazem ninguém feliz. São uns eternos enjaulados, tristes. Um atraso de vida.

1 Comments:

Anonymous 游戏秘籍网 said...

You read these things, I think the mood has changed for the better!

segunda-feira, janeiro 05, 2009 1:23:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home