quarta-feira, junho 25, 2008

O desemprego na Bélgica

Ouve-se falar em Bruxelas e surge a imagem do país do centro norte e dos eurocratas e do bom nível de vida. Assim é. Mas Bruxelas e a Bélgica são muito mais do que isso.

Exemplo: a taxa de desemprego no país.

O Instituto belga do emprego (Onem) publicou hoje os mais recentes números do desemprego . Pela primeira vez desde Junho de 2002 a taxa de desemprego é inferior a 10% (9,9%). Esta é no entanto a média nacional. Na Flandres a taxa de desemprego é de 5,4%, na Valónia de 15,4% e em Bruxelas de 19,5%.

Uma Valónia com dificuldades em reconstruir-se numa fase pós-indústria mineira, uma Flandres de economia pujante, Bruxelas a burguesa onde vivem paredes meias uma classe média desafogada (comunitária, expatriados, belgas também) uma cidade de salários muito mais baixos e de elevado desemprego.

1 Comments:

Blogger Periférico said...

País ou manta de retalhos a Bélgica, eis a questão? Qundo vivi aí assisti ao fenómeno das bandeiras nas janelas, que não pretendiam apoir a selecção de futebol mas relembrar uma ténue unidade nacional!;-)

Beijos

quarta-feira, julho 02, 2008 12:04:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home