quarta-feira, fevereiro 27, 2008

E também me parece que vale a pena ler este

O post " O que não se aprende na escola (I): Avaliação" do Fim de semana alucinante.

5 Comments:

Blogger António P. said...

Cara Mulher Aranha,
Já estou há uns dias para lhe agradecer a menção a este meu texto. Calhou hoje. Os meus agardecimentos e que aí por Bruxelas haja sol.

terça-feira, março 04, 2008 12:26:00 da tarde  
Blogger NoKas said...

Olá Super Mulher Aranha! Infelizmente não gostei muito deste texto...

Deixo aqui cópia do comentário que escrevi em resposta ao que foi dito:

1. Infelizmente, um professor quando sai das aulas não sai do trabalho... o trabalho de bastidores é imenso... Portanto não concordo que eles não tenham mais nada do que fazer, entre projectos educativos obrigatórios e coisas bonitas que têm que ser enviadas para que a UE tenha belos nºs, como aulas extra e actividades extra-curriculares, e formação a que são obrigados a assistir para terem créditos, mesmo se as formações que estão disponíveis são da treta... efim...

2. Os professores não têm manual... foi-lhes pedido que criassem "instrumentos de avaliação"... e não são de auto-avaliação, são antes de avaliação dos colegas....

3. Os próprios inspectores, que, segundo o meu ponto de vista, teriam competência para fazer tal avaliação, dizem não ter capacidade de respostas a tais critérios impostos pelo ministério

4. A avaliação deveria ser feita por alguém que pudesse dedicar-se a esta situação... mas de novo, os professores designados, para assistirem a aulas ( e tem obviamente que ser mais do que uma aula) têm deixar de dar as suas... o que deixa os míudos sem professor! Mais uma vez não faz muito sentido!

5. Não faz sentido nenhum existirem cotas... pois! É que só x nº de professores podem ter determinada "avaliação"... se todos na escola forem bons, temos que pedir ao que não é tão bom, mesmo que respeite todos os critérios, para ser suficiente! Sendo a avaliação feita por um colega... bom, é só imaginar o belo clima de trabalho que poderá surgir! Para não falar na pessoa lesada em termos profissionais!

Os professores não são patarecos... Todos nós tivemos bons e maus professores, mas eu não creio que a grande maioria esteja contra a ministra porque sim, porque foram incitados ou porque é "porreiro" dizer que o governo não presta.

Além disso a avaliação é só mais um ponto com o qual os professores não concordam com a Ministra da Educação. Pensemos nos concursos que só abrem de 3 em 3 anos... sim, se um algarvio for parar a Trás-os-Montes, só passados 3 anos é que pode voltar a tentar concorrer para ficar perto de casa, porque as permutas não são fáceis.

segunda-feira, março 10, 2008 1:37:00 da tarde  
Blogger S said...

Ola Nokas,

Pois é, sobre esta questao nao estamos de acordo. Acontece.
Na minha opiniao a avaliaçao é fundamental, ela deve ser feita pelos professores, ha criterios e instrucçoes para tal (dei-me ao trabalho de ler o projecto, nao me limitei a ouvir o que se diz). Os professores trabalham imenso, sei disso, na minha familia ha varios, um deles a minha mae. Eu tambem trabalho bastante e o meu trabalho esta longe de terminar quando saio duma reuniao. E no entanto uma vez por ano (e nao duas) sou avaliada... por colegas, varios e de acordo com criterios. E tenho pelo menos duas possibilidades de recurso. As quotas nao impedem a progressao na carreira, em ultima analise proporcionam apenas uma progressao por antiguidade e isso é o que eles têm agora. Concordo que este sistema nao é perfeito, ja o sofri na pele, mas posso dizer que é melhor que o anterior,mais transparente pelo menos. Quanto a trabalhar num determinado local, esse tempo acabou, fala-te quem trabalha em bruxelas e nao nas Caldas da Rainha. O sistema de avaliaçao nem sequer é original, é o que se faz na maioria dos paises com melhores resultados. E precisamente porque os professores nao sao patarecos que conseguirao fazer o que outros ja fazem. Bom, nem sempre é possivel estar de acordo e isso é saudavel, beijos, Sofia

segunda-feira, março 10, 2008 1:49:00 da tarde  
Blogger NoKas said...

Oi! Sim, e do debate nasce a luz, né?

quinta-feira, março 13, 2008 2:00:00 da tarde  
Blogger S said...

Oi Nokas,

Claro:-) beijos,Sofia

quinta-feira, março 13, 2008 3:22:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home